Açougueiro foi morto a tiros em sua moto quando seguia ao trabalho em Brejo Santo

“Pardal” trabalhava num açougue no centro de Brejo Santo (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Pouco mais de dois meses depois um novo homicídio foi registrado em Brejo Santo. Por volta das 04h30min deste sábado, na BR-116 entre o Hospital Geral e o terminal rodoviário, o açougueiro Felipe da Silva, de 26 anos, que era apelidado por “Pardal”, foi executado a tiros. Ele pilotava sua moto na direção do local de trabalho, nas imediações da agência do Banco do Brasil de Brejo Santo, quando foi surpreendido pelos disparos.

Populares apenas ouviram os estampidos de arma de fogo e acionaram a polícia, cujo quartel da Companhia Militar fica próximo. Pardal foi encontrado ainda agonizando às margens da rodovia federal e terminou socorrido pelos próprios PMs ao hospital, mas já chegou sem vida. Ele morava no Sítio Bezerros na zona rural de Brejo Santo e respondia procedimento por maus tratos a animais.

Este foi o primeiro homicídio do mês de março em Brejo Santo e o segundo de 2018 no município ou 22,2% em relação aos nove registrados no decorrer do ano passado. O outro deste ano tinha ocorrido durante bebedeira na madrugada do dia 1º de janeiro quando Geraldo Alves da Silva Júnior, de 28, foi morto a facadas por sua mulher Severina Maria da Silva, de 18 anos, após discussão por motivos banais. O entrevero aconteceu na residência do casal na Rua Expedito Marcos no bairro Morro Dourado.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.