Jovem morre eletrocutada em Juazeiro numa das cinco mortes violentas do fim de semana


Janikely morreu eletrocutada no bairro Tiradentes em Juazeiro (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)


Caiu de nove para cinco o número de mortes violentas registradas na região do Cariri na comparação entre os dois últimos finais de semana. Neste, foram duas mortes em consequência de acidentes de trânsito, um suicídio, uma vítima de descarga elétrica e outra de queda com dois corpos de Juazeiro e os demais de Caririaçu, Brejo Santo e Nova Olinda. Uma morte ocorreu ainda na sexta-feira, duas no sábado e outras duas neste domingo.

Por volta das 18 horas de sexta-feira morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro Geraldo Lopes de Lima, de 48 anos, que residia no Sitio Piripiri na zona rural de Caririaçu. Ele se envolveu num acidente com motocicleta no último dia 19 de fevereiro quando terminou socorrido ao hospital local e, depois, transferido ao HRC, onde faleceu onze dias depois

Às 20h30min de sábado o vigilante Fabio Mariano dos Santos, de 42 anos, que era conhecido por “Barrão” e residia na Rua Tiburtino Inácio, 95 (Bairro São Francisco) em Brejo Santo, morreu em consequência de acidente de trânsito. Ele pilotava sua moto quando bateu num cavalo que atravessava a via e ainda foi socorrido pelo SAMU ao hospital de Brejo Santo, mas faleceu pouco tempo depois.

Já às 22 horas ainda de sábado a polícia foi avisada sobre a morte de Marilania Gomes de Lima, de 39 anos, na zona rural de Nova Olinda. Segundo familiares, a mesma tinha ingerido medicamentos praticando o suicídio no Sítio Triunfo, onde residia naquele município.

Ao meio dia deste domingo, no Tiradentes em Juazeiro, morreu a jovem Janikely da Silva Santos, que completou 28 anos na última sexta-feira e morava na Rua José Henrique Brasileiro, 1090 naquele bairro. Ela foi vítima de uma descarga elétrica e encontrada enrolada em fios de uma extensão. Supostamente, foi ligar o seu aparelho celular e não percebeu um fio descascado morrendo eletrocutada.

Finalmente, por volta das 23 horas ainda de domingo, morreu em um dos leitos do Hospital Regional do Cariri o aposentado Antonio da Penha, de 97 anos, que residia em Juazeiro. Ele foi vítima de uma queda no último dia 14 de fevereiro quando terminou socorrido ao HRC, onde faleceu 18 dias depois em virtude do agravamento do seu quadro clínico.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.