Recursos do precatório não serão destinados inteiramente aos professores, diz prefeito de Araripe


Giovane afirma que parte da verba será utilizada em outras demandas da Educação (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Em Araripe, o prefeito Giovane Guedes continua com pouca ou nenhuma abertura para conversar sobre o destino do precatório do FUNDEF. Professores que aguardam desde dezembro do ano passado afirmam que não há posicionamento claro por parte do executivo sobre como o dinheiro será utilizado. 

A informação é confirmada, portanto, pela própria assessoria da prefeitura, que, procurada pelo Miséria, se limitou a dizer que o projeto está em conclusão, e que enviará uma cópia ao site após a finalização do documento. 

A Presidente da Comissão  Municipal da Apeoc, Elisabete Alencar, afirma que o contato com o prefeito para tratar do assunto continua "difícil", ele diz que enviará o projeto para apreciação na Câmara, mas até agora não enviou nada. 

Em conversa com o Miséria, Giovane garantiu que será enviado um documento para ser lido na sessão de amanhã, sexta, 27. Segundo o prefeito, os 60% da verba não será dividido entre os professores, apenas parte desse valor irá ao magistério de acordo com a proposta, e outra parte 
deverá ser usada em obras e outras demandas na educação.




Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.