Hospital de Mauriti amplia atendimento prioritário


A classificação de riscos seguirá o padrão Manchester e obedecerá ordem de classificação (Foto: ASCOM)


O Hospital Municipal e Maternidade São José, no município de Mauriti, implantou a classificação de risco com o objetivo de priorizar o atendimento a pacientes com maiores gravidades. O acolhimento com classificação de risco constitui uma forma de organizar o trabalho em saúde, sendo fundamental para a garantia de um acesso humanizado e equânime aos usuários.

A secretaria acredita que o fluxo da demanda espontânea irá diminuir. Todos serão classificados e, dependendo do caso, terão atendimento prioritário sem espera.

Com esta nova implantação, a gestão Mano Morais visa agilizar e garantir o bom atendimento do hospital onde também, já está disponível três médicos especialistas, um traumatologista, um pediatra e um obstetra que atenderão com agendamento na central de regulação. Além destas especialidades, o Hospital conta com a disponibilidade de médicos plantonistas no atendimento de urgência e emergência.

Classificação

A classificação de riscos seguirá o padrão Manchester e obedecerá a seguinte classificação:

Os atendimentos prioritários serão classificados na cor vermelha e o atendimento ocorrerá instantaneamente.

Os classificados na cor amarela (que não tem risco imediato de vida) terão atendimento em até 60 minutos.

Os classificados na cor verde, (pacientes em condições agudas ou não) terão atendimento prioritário aos casos simples e serão atendidos por ordem de precedência em até 120 minutos e os classificados na cor azul (queixas crônicas sem alteração agudas) terão atendimento por ordem de chegada em até 240 minutos.

ASCOM


Por Agência Miséria
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.