Mulher que jogou ácido em ex-namorado é condenada à prisão


Berlinah Wallace, 48 anos, jogou o líquido no ex-namorado enquanto ele dormia (Foto: Reprodução/ Terra)


A Justiça britânica condenou nesta quarta-feira à prisão perpétua, com cumprimento mínimo de 12 anos da pena, uma mulher que jogou ácido sulfúrico em um ex-namorado, o que levou a vítima a recorrer à eutanásia por não suportar as dores.

Berlinah Wallace, 48 anos, jogou o líquido em Mark van Dongen, holandês de 29 anos, quando ele dormia no apartamento dela em Bristol, em setembro de 2015 aos gritos de: “Se eu não posso ter você, ninguém pode.”

A mulher foi considerada inocente da acusação de assassinato, mas culpada de jogar uma substância corrosiva intencionalmente na vítima.

Van Dongen, engenheiro, recorreu à eutanásia em 2017, na Bélgica, onde esta possibilidade é legal. Ele havia passado quatro meses em coma, mais de um ano no hospital, estava paralisado do pescoço para baixo e havia perdido um olho e uma perna.

“Foi um ato de pura maldade”, afirmou a juíza Nicola Davies ao anunciar a pena.

“Sua intenção era queimar, desfigurar e incapacitar Mark van Dongen para que ele não fosse mais atraente para nenhuma outra mulher”, completou.

O pai da vítima, Kees van Dongen, revelou em um comunicado como o filho pediu permissão para encerrar sua vida.

“Papai, eu estou cansado de lutar, sofri muita dor e não consigo mais suportar. Por favor, deixe-me ir´”, contou o pai.

Terra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.