Policiais escoltam caminhões de combustíveis para evitar colapso dos postos do Ceará


Policiais farão escolta para caminhões tanque (Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)


As forças de segurança do Ceará começaram, no final da manhã deste sábado, a realizar a escolta dos caminhões-tanque do Parque de Tancagem do Porto do Mucuripe durante o trajeto até os postos de combustíveis, a fim de evitar um colapso total do abastecimento no Estado. Na saída dos caminhões, cerca de 100 manifestantes -muitos segurando bandeiras do Brasil- fizeram um ato pacífico em frente ao terminal de tancagem. Pelo menos, cerca de 40 policiais de diferentes unidades fizeram a segurança. Não houve confronto nem desavenças.

No final desta manhã, o Sindipostos divulgou que 60% dos postos do Estado já estão sem combustível para vender para os consumidores, prevendo que o colapso total do abastecimento ocorra na próxima terça-feira (29). O sindicato dos motoristas de van escolar também fez o mesmo prognóstico: a partir de terça, há o risco de um "colapso total" no transporte escolar por falta de diesel.

A greve dos caminhoneiros começou na segunda-feira passada, desencadeando uma crise de abastecimento em praticamente todos os setores da economia dependentes do transporte e da logística. Na sexta-feira passada, o presidente Michel Temer decretou o emprego das Forças federais de segurança para garantir o deslocamento dos caminhões, o fim dos bloqueios nas rodovias a fim de viabilizar a normalização do transporte de combustíveis no País.

Em Fortaleza, os motoristas estão sendo orientados, no começo desta tarde, a evitar trafegar pela avenida Mister Hull devido à escolta policial dos caminhões-tanque. Entre as unidades que fizeram a segurança dos caminhões-tanque, estão policiais do Batalhão da Polícia de Choque, Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) e Batalhão de Rondas e Ações Ostensivas (BPRaio).


Diariodonordeste
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.