Randolfe Rodrigues chama Temer e Meirelles de "dupla da maldade"


Parlamentar defendeu investimento no estado do Amapá em pronunciamento nesta terça-feira (22) (Foto:Reprodução)


O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), em pronunciamento nesta terça (22), analisou os dados da mais recente Pesquisa Nacional de Amostras de Domicílios, do IBGE, destacando a situação crítica do Amapá. As informações são da Agência Senado.

"Enquanto no país a média de desemprego é de 13%, no Amapá é de 21%, pois quando a economia espirra no país, ela vira uma pneumonia no Amapá. São mais de 19 mil pessoas desempregadas em uma população de quase 800 mil habitantes. Isso é o resultado da política econômica dessa dupla da maldade", disse, em referência ao presidente Michel Temer e ao ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

Segundo o senador, esses índices contrastam com a realidade dos anos 1970 e 1980, quando o Amapá era o sexto colocado em qualidade de vida no país. Ele também informou que o número de jovens que nem estudam, nem trabalham aumentou e atingiu a 63 mil jovens entre 15 e 29 anos.

"Isso é resultado da política recessiva do governo Temer. Estão construindo uma geração de jovens expulsos da escola e do mercado de trabalho. É claro que isso se reflete no aumento da violência em todo estado do Amapá. Essa juventude é empurrada para o caminho da violência".

Boas notícias

Randolfe afirmou, no entanto, que há algumas boas noticias. Ele citou dados do Ministério do Trabalho de que a construção civil abriu 410 novas vagas, o melhor índice desde 2014. Segundo o senador, isso se deve à retomada das obras do aeroporto de Macapá e do hospital universitário do Amapá, que receberam dotações financeiras por propostas da bancada do estado no Congresso Nacional para o orçamento de 2018.

"Esses dados revelam a dependência enorme que o estado tem de recursos federais. Quem governa o estado deve buscar mecanismos para o desenvolvimento sustentável, para diminuir essa dependência. Uma opção é a proposta de zona franca verde, que se for implementada, situações de crise econômica poderão ser evitadas", completou.



noticiasaominuto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.