13 mulheres concluem o 1º Curso Tático Policial Feminino do Ceará


13 mulheres concluem o 1º Curso Tático Policial Feminino do Ceará (Foto: Divulgação/SSPDS )

Um grupo de 13 mulheres, formado por seis policiais militares, quatro policiais civis, duas policiais federais e uma agente da Perícia Forense, concluiu a primeira turma do Curso Tático Policial Feminino. A capacitação exclusiva para mulheres é a primeira no Ceará e foi promovida pela Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE).

O objetivo do curso é desenvolver ação operacional nas mulheres que integram o efetivo da Secretaria da Segurança. De acordo com o secretário da Segurança, André Costa, a iniciativa é uma forma de reconhecer e valorizar o papel das mulheres na segurança pública, além de aumentar a atuação feminina dentro dos quadros operacionais.

Instrutores do Batalhão de Policiamento de Choque da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Unidade Tático Operacional (UTO), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e do Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal (GPI) fizeram parte dos treinamentos.

A auxiliar de perícia, Eveline Lopes, acrescentou que, apesar de ser voltado para mulheres, o curso não é diferenciado do masculino. O grau de dificuldade dele é alto e são situações reais. "Não nos trataram melhor pelo fato de sermos mulheres. As instruções foram iguais, todo o corpo de instrutores nos relataram isso, então, esse curso veio para engrandecer esse lado feminino”, disse a única representante da Pefoce a concluir a capacitação.

O curso foi encerrado nessa quinta-feira, 14, com os instrutores, alunas, familiares e autoridades da área da Segurança Pública. Além disso, houve apresentação de manobras de rapel tático, desembarque de helicóptero e controle de distúrbios civis. As alunas são conhecidas como as primeiras “atenas” do Estado do Ceará. 

Fonte: O Povo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.