Acusado de crimes de violência doméstica em Juazeiro foi assassinado em Milagres

Cadáver de Fernando foi encontrado em um matagal por trás da Subestação da CHESF de Milagres (Foto:Reprodução/Google)


Exatamente quatro meses depois um novo homicídio foi registrado em Milagres. Por volta das 13h30min desta quinta-feira populares encontraram o cadáver de um homem que nasceu em Brejo Santo, morava em Mauriti, respondia procedimentos criminais em Juazeiro do Norte e foi morto em Milagres. O rosto de Fernando Simião Araújo, de 32 anos, apresentava ferimentos diversos a golpes de faca ou pedradas.

O achado aconteceu em um matagal num local ermo por trás da Subestação da CHESF de Milagres, mas Fernando residia no Sítio Massapé em Mauriti. O mesmo era usuário de drogas e respondia dois procedimentos por violência doméstica em Juazeiro e mais um desacato. O seu corpo foi recolhido pelo rabecão para ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro.

Este foi o primeiro homicídio do mês de maio em Milagres e o quinto de 2018 no município ou 62,5% em relação aos oito assassinatos no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido no dia 31 de janeiro quando José Luiz da Silva Neto, de 31, o "Neto dos Mudos", que residia em Mauriti, foi morto a tiros no Sitio Carnaúba. Ele respondia por crimes de tráfico de drogas, posse de arma de fogo, ameaça, furto, resistência à prisão, desacato, crime ambiental e violência doméstica.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.