Ciro chama Bolsonaro de fascista: "Tem que ser enfrentado com dureza"


Ciro Gomes (PDT) não poupou críticas durante entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco (Foto: Reprodução)


Em busca de polarização com Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela Presidência, Ciro Gomes (PDT) não poupou críticas durante entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco, na manhã de ontem (27). Para Ciro, Bolsonaro não é “homem suficiente” para comparecer aos debates durante a pré-campanha. “Ele não tem nada a dizer, é um despreparado, um tosco”, disse.

Bolsonaro afirmou em vídeo divulgado na segunda-feira (25), pelas redes sociais, que irá participar de todos os debates, desmentindo informações divulgadas na semana passada de que não compareceria aos embates com outros candidatos antes do primeiro turno.

Ciro defendeu que Bolsonaro é um fascista. “PSDB é direita, Bolsonaro é fascista. Fascista tem que ser enfrentado com dureza”, disse.

Em busca de apoio para sua campanha, Ciro cumpriu agenda com o governador Paulo Câmara (PSB). Ao fim do encontro, disse que ainda há tempo para amadurecer a possível aliança entre os socialistas e os pedetistas. “Nós temos um tempo para amadurecer. Há destinos graves que serão discutidos, o destino de Pernambuco, um dos estados mais importantes do País, e o destino dessa pátria sofrida que é o Brasil. Temos que costurar isso além de outras questões”, disse.


Opovo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.