Fim de semana já com quatro mortes em acidentes de trânsito em Barbalha, Milagres e Barro

Ítalo morreu em Barbalha após bater com sua moto num poste ao trafegar pela estrada de 
acesso ao Distrito de Arajara (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Um balanço das últimas horas aponta quatro mortes violentas em acidentes de trânsito 
na região do Cariri, sendo duas em Barro e outras duas em Barbalha e Milagres. 
Por volta de 01h30min da madrugada deste domingo os agricultores 
Francisco Dival da Silva Júnior, de 28, e José Abonilson Santana Cabral, 
de 18 anos, que residiam na Rua Manoel Cardoso (Distrito de Iara) em 
Barro, morreram numa colisão de veículos na 
BR-116 perto do Açude Cipó naquele município.

Eles trafegavam numa moto Honda CG 150 Titan KS de cor vermelha e placa JLU-2476, 
inscrição de Feira de Santana (BA), a qual colidiu com um Fiat Toro de cor vermelha 
e placas PDC-2144, inscrição de Araripina (PE), cujos ocupantes fugiram 
abandonando o carro no local do acidente. Os rapazes sofreram fraturas múltiplas 
até com pernas e pés decepados em virtude do impacto da batida. 
A ocorrência foi atendida por militares do Destacamento de Barro e agentes da 
Polícia Rodoviária Federal.

Antes, às 8 horas de sábado morreu em um dos leitos do 
Hospital Regional do Cariri em Juazeiro o agricultor Mariano Joaquim da Silva, de 64 anos. 
Ele morava na Vila Padre Cícero na zona rural de Milagres, onde foi atropelado por um 
veículo às 19 horas de sexta-feira. A vítima foi socorrida ao hospital local e socorrida ao 
HRC, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Cerca de duas horas depois, na CE-293 mais precisamente no Sítio Cabeceiras 
(Distrito de Arajara) na zona de Barbalha, o jovem Ítalo Jefersson da Silva, de 
20 anos, morreu num acidente com moto. Ele residia na Rua Antonio Cândido, 
79 (Bairro Alto do Rosário) em Barbalha e pilotava uma Honda CG 125 Fan ES de cor 
preta e placa OIT-2332, inscrição de Juazeiro, quando perdeu o equilíbrio e bateu num 
poste da rede elétrica morrendo no local.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.