Mulher leva 19 facadas, é deixada em matagal e é resgatada dois dias depois


Vítima está internada no Hospital Municipal de Barra do Bugres (Foto: Reprodução/TVCA)


Uma mulher de 31 anos passou dois dias ferida no mato, depois de ter sido esfaqueada, em Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá. Ela foi encontrada gravemente ferida no último dia 21, dois dias depois de ter levado várias facadas de dois homens, segundo a Polícia Civil, que investiga o crime.

Na quarta-feira (30), depois que apresentou leve melhora, ela prestou depoimento à polícia e contou que no dia 19 de maio foi convidada por dois homens para fazer um programa e que, em troca, eles dariam dinheiro para ela comprar drogas, mas ela se recusou.

No mesmo dia, quando estava na rua, foi surpreendida pelos dois homens. Um deles desceu da bicicleta e a ameaçou. Ele abriu as calças para manter relações sexuais com ela, mas ela disse ter recusado e pedido que ele parasse.

O homem então começou a espancá-la e a esfaqueá-la.

O outro suspeito que presenciava a cena foi chamado para ajudar a segurar a vítima. Nisso, enquanto um deles a segurava, o outro a esfaqueava, até que ela desmaiou.

Ela foi deixada em um matagal, perto de um lago. Uma pessoa que passava perto do local ouviu os gemidos e chamou a polícia.

À polícia, a vítima contou que conseguiu beber água, mas não conseguia se levantar, pois o corpo estava com larvas nos ferimentos causados pelas facadas. Ela disse se lembrar do dia em que foi resgatada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pela Polícia Militar.

Ela continua internada no Hospital Municipal de Barra do Bugres, com embolia pulmonar, por causa do líquido ingerido.

Os suspeitos do crime já foram identificados, mas ainda não foram presos. Eles já têm passagens pela polícia.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.