Palmeiras acerta venda de Keno para time do Egito por R$ 37 milhões


Pelo Palmeiras, Keno fez 19 gols e deu nove assistências (Foto: Reprodução)
O Palmeiras acertou nesta segunda-feira a venda do atacante Keno. Depois de negociações nas últimas semanas, o clube teve as exigências atendidas e definiu a transferência do atleta para um time do Egito, por US$ 10 milhões (cerca de R$ 37,8 milhões). O Verdão vai ficar com 100% do valor da transferência.

O clube alviverde não tinha interesse em se desfazer do atleta de 28 anos, tanto que a primeira investida foi rejeitada. Mas o aumento no valor da oferta e o pagamento à vista acabaram pesando para o desfecho positivo no negócio com os egípcios, em negociação conduzida com Turki Al-Sheikh, ministro dos Esportes da Arábia Saudita.

No Palmeiras, quem conduziu a negociação foi Alexandre Mattos, que viajou para a Rússia no fim de semana para selar o acordo e também definir a permanência de atletas que vinham sendo assediados por clubes do exterior. Além de Willian, Moisés e Antônio Carlos, o meia Lucas Lima também despertava interesse de equipes de fora do país.

Keno chegou ao Palmeiras em janeiro de 2017, após se destacar no Campeonato Brasileiro do ano anterior pelo Santa Cruz. Na primeira temporada, ele atuou em 54 jogos e marcou 11 gols. No início de 2018, o Verdão rejeitou a investida do Al Nassr e, além de renovar com o atacante até 2021, adquiriu a totalidade de seus direitos econômicos.

No total, o atacante fez 84 jogos com a camisa palmeirense, com 19 gols e nove assistências. Como ele era titular absoluto do técnico Roger Machado, sua saída abre espaço no time. No atual elenco, Roger conta com Willian, Deyverson, Artur e Papagaio como opções - Borja disputa a Copa do Mundo da Rússia com a Colômbia, e Fernando foi negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.


Globoesporte
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.