Brasileiro some misteriosamente durante cruzeiro no litoral italiano


Cícero de Andrade desapareceu durante parada de embarcação (Foto: Arquivo pessoal)

Um brasileiro de 27 anos, que trabalhava como bartender no navio Sovereign, da empresa espanhola Pullmantur Cruzeiros, desapareceu misteriosamente em Civitavecchia, cidade localizada no litoral da Itália. Ele não entra em contato com a família desde o último dia 20.

O jovem foi identificado como Cícero de Andrade, morador de Santos, no litoral de São Paulo. Ele desapareceu durante uma parada no trajeto, quando a embarcação estava atracada no Porto de Civitavecchia, e desde então não foi mais visto.

No último dia 25, familiares e amigos se surpreenderam com uma publicação feita no Facebook de Andrade, escrita em italiano. A mensagem dizia: "Eu achei esse telefone na rua uns dias atrás, mas não posso voltar". O recado indicaria que ele pode ter perdido seu celular.

Segundo o irmão do tripulante, Glauber Andrade, em entrevista à Agência Italiana de Notícias (ANSA), a empresa informou a família sobre um susposto bilhete deixado por Andrade, dizendo que não retornaria, mas garante que o jovem nunca deu indícios de que fugiria.

"Não vimos o bilhete, e ele não avisou nada para a família. Ele supostamente fugiu sem qualquer documento. O celular foi perdido ou roubado, não sabemos". O G1 procurou os familiares, que preferiram não se pronunciar.

Nas redes sociais, parentes e amigos demonstraram preocupação com o bartender, por meio de muitas mensagens e comentários. Seu irmão chegou a compartilhar informações sobre o desaparecimento, em italiano, como forma de pedido de ajuda.

"Preciso da tua ajuda para encontrar o nosso familiar desaparecido. O nome dele é Cícero de Andrade, é brasileiro, tem 27 anos, tem 1,68 cm, tem a pele clara, tem uma tatuagem no peito com o símbolo do time de futebol de São Paulo, ele estava trabalhando em um navio Pullmantur, atracado na Itália, no Porto de Civitavecchia, e desde então não é visto (21/06/2018). Já avisamos as autoridades brasileiras (Polícia Federal brasileira e consulado brasileiro na Itália) e a empresa Pullmantur", cita o post.

As autoridades foram informadas sobre o desaparecimento do jovem, mas até agora ele não foi encontrado.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.