Preso em Barro acusado de quatro homicídios e oito tentativas em cidades do Cariri


“Cícero de Bastião” tem uma série de contas a acertar com a justiça (Foto: Reprodução/Redes sociais)


Um homem considerado pela polícia como de alta periculosidade foi preso por volta das 13h30min desta quarta-feira no Sítio Furnas na zona rural de Barro, onde estava refugiado. Contra Cícero Siqueira de Almeida, de 43 anos, o "Cícero de Bastião”, a polícia descobriu vários mandados de prisões preventivas em aberto, sendo dois expedidos pelo Juiz Péricles Victor Galvão de Oliveira, titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro, e outro do Juiz de Mauriti, Diogo Altobelli Silva de Freitas.

Segundo a polícia, Cícero responde por quatro homicídios, oito tentativas de assassinatos, dois procedimentos por formação de quadrilha, outros dois por crimes de trânsito e mais um em virtude do porte ilegal de arma de fogo. Ele nasceu em Mauriti e estava residindo no Sítio Furnas onde foi preso por uma patrulha da PM de Barro com os Sargentos Ferreira e Marcelino, o Cabo Luiz e os Soldados Rodrigues e Júnior que o levaram para a autuação na Delegacia de Aurora.

A prisão de Cícero se deu a partir de ligações anônimas feitas para o Destacamento Militar de Barro sobre um homem suspeito morando na localidade. Para o êxito na abordagem, os policiais montaram um cerco no imóvel. Após ser ouvido pelo Delegado de Aurora, Felipe Marinho, o acusado de uma série de crimes foi recambiado para a cadeia pública de Barro, mas, posteriormente, será trazido para Juazeiro do Norte já que encontra-se à disposição da justiça.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.