Tudo junto. Lava Jato investiga situação e oposição no Ceará

O que muitos políticos cearenses temiam está prestes de acontecer. O Ministério Público Federal abriu 19 procedimentos no âmbito da Lava Jato no estado. Cid Gomes (PDT), Eunício Oliveira (MDB) e Lúcio Alcântara (PSDB), estão entre os investigados.

O que muitos políticos cearenses temiam está prestes de acontecer. O Ministério Público Federal abriu 19 procedimentos no âmbito da Lava Jato no estado. Segundo publicação da Revista Crusoé, as investigações têm potencial para se igualar ao que aconteceu no Rio de Janeiro, onde o ex-governador Sergio Cabral está preso.
No Ceará, entre os investigados estão o ex-governador Cid Gomes (PDT), pelo recebimento de propina de R$ 24 milhões da JBS; o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), através de suas indicações para a Companhia Docas do Ceará (César Pinheiro) e Dnocs (Leão Montezuma); e o ex-governador Lúcio Alcântara (PSDB), pelo recebimento de propina da Odebrecht.
Ainda segundo a publicação, o processo mais avançado é do ex-governador Cid. A avaliação é que o resultado da investigação atinja em cheio a campanha do irmão, Ciro Gomes (PDT), a qual Cid é coordenador. A expectativa é que o resultado saia antes do fim da campanha eleitoral deste ano.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.