Alvo de críticas por presidenciável, urnas eletrônicas começam a ser preparadas no Ceará


Juiz presidente da cerimônia e secretário de Tecnologia da Informação durante os trabalhos com as mídias (Foto:TRE-CE)

Alvo de questionamentos nas últimas semanas, as urnas eletrônicas especificamente do Ceará serão preparadas para as Eleições 2018 a partir desta quarta,19. Os equipamentos viraram pauta de discussão de candidatos, que levantaram suspeita sobre a credibilidade do sistema. 

Assim como a segurança das urnas, o candidato à Presidência pelo PSL Jair Bolsonaro, indicou que o resultado das eleições podem ser comprometidos por uma possível fraude. Ele falou em uma transmissão ao vivo no último domingo, dia 16. 

Esta foi a primeira vez que Bolsonaro falou publicamente após sofrer um ataque à faca em Minas Gerais no último dia 6, em um ato de campanha. 

Na prática, a operação copia para os cartões de memória os dados que serão utilizados na carga das urnas cearenses: nome, número e foto dos candidatos, nome e número do título dos eleitores, seções principais e agregadas, e mesas de justificativa.

Conteúdo

Também serão gravadas as mídias que ativam aplicativos especiais para apuração de seções com votos manuais e recuperação de resultados em casos de defeito ou ausência de mídia para alguma seção.

Para a gerar as mídias, a Justiça Eleitoral receberá da Secretaria de Tecnologia da Informação 896 cartões de memória de carga (264 para Fortaleza e 632 para o interior do Estado) e 25.377 cartões de memória de votação (5.571 para Fortaleza e 19.806 para o interior).

Próximo passo

Depois da geração de mídias, começará a carga das urnas eletrônicas. O procedimento consiste na destinação de uma urna para cada uma das seções de votação e das urnas para recebimento de justificativas. 

A partir dos cartões de memória de carga, são transferidos para as urnas eletrônicas os programas da urna, homologados pelo Tribunal Superior Eleitoral, e os dados de candidatos e eleitores da seção correspondente.




Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.