Suspeito de vários delitos morre em confronto com o Raio


(Foto: Richard Lopes)


Por volta das 20h desta quarta-feira, uma equipe do Raio 04 de Icó, recebeu uma denúncia da existência de suspeitos em uma casa na rua F, no bairro Sol Nascente e foi até o local. Quando os policiais chegaram no bairro, Marcos Costa dos Santos, de 19 anos, conhecido por Boca de Macaco, fugiu por uma lage atirando contra a guarnição e pulou a lage correndo em direção ao matagal efetuando disparos contra os policiais, que revidaram.

Boca de Macaco foi alvejado e tombou com um revólver calibre 38. Ele ainda foi socorrido pelos policiais do Raio em uma viatura até o hospital regional de Icó onde veio a falecer. o tenente Hoodson Ferreira de Albuquerque, comandante do Bpraio, revelou que a vítima era apontada como sendo o autor do homicídio a bala ocorrido as 7 da manhã do último sábado, as margens do rio Salgado, em um beco da rua Senhor do Bomfim, que vitimou Carlos Eugênio Jerônimo de Lima, de 57 anos.

Um casal foi preso  na casa onde estava Boca de Macaco. Lucas Soares de Sousa, de 20 anos e Iracema Souza da Costa, de 25 anos. Os policiais apreenderam no imóvel 5 munições intactas de 38,105 gramas de maconha, uma balança de precisão, um celular motorola, um carregador e uma moto cg fan preta de placa OHZ 5269, roubada no último final de semana no município de Cedro. 


Casal e apreensão fetia (Foto: Richard Lopes)


O casal foi encaminhado com a apreensão para delegacia regional de polícia civil de Iguatu que estava de plantão e apresentado ao delegado Ariel Alves de Freitas para procedimento. O revólver 38 que estava com Boca de Macaco com munições intactas e deflagradas também foi apreendido. Quando menor de idade, Marcos Costa foi internado diversas vezes por atos infracionais no Centro Sócio Educativo de Juazeiro do Norte. O corpo de Marcos Boca de Macaco foi encaminhado de icó para ser necropsiado no Iml de Iguatu, o tenente Hoodson destaca que após o assassinato do popular Carlos Eugênio, um vídeo do crime circulou nas redes sociais assustando a população e desafiando as autoridades de segurança. Carlos teria sido escolhido a vítima por ser uma pessoa frágil.

Com informações do correspondente Richard Lopes




Por Agência Miséria
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.