Bolsonaro rebate Haddad e ataca PT: "são mestres em enganar"


(Foto: Reprodução/ Terra)

Às vésperas do segundo turno, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, usou parte do tempo hoje (26) nas redes sociais para criticar de forma contundente o adversário Fernando Haddad (PT) e o Partido dos Trabalhadores. Dirigindo-se aos eleitores, ele pediu "seriedade" no momento de votar. Anunciou ainda que se, eleito, a prioridade será "gerar crescimento, oportunidades e emprego".

"Nunca haverá estabilidade social na presença de violência, miséria e altas taxas de desemprego. Todo indivíduo deveria ter condições de fazer escolhas que permitam preservar sua vida, sua liberdade, buscar sua felicidade, além do conforto de sua família."

O candidato ressaltou que só há três nomes confirmados para sua eventual equipe de governo: o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) para Casa Civil, o general da reserva Augusto Heleno, para o Ministério da Defesa, e o economista Paulo Guedes, para comandar a área econômica.

"As eleições só serão definidas no domingo (28). Além dos três nomes mencionados (Onyx, Heleno e Guedes), outros serão anunciados. Com intuito de se promover ou nos desgastar, oportunistas se anunciam ministros. Estes, de antemão, já podem se considerar fora de qualquer possível governo."
Ameaças

Segundo Bolsonaro, sua candidatura representa uma ameaça aos corruptos, à bandidagem, aos estupradores, aos esquemas que assaltam o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), aos assassinos e aos que querem destruir o Brasil. "Por isso estão desesperados. Não terão sossego em meu governo", destacou o presidenciável, escrevendo a última frase em letras maiúsculas.

Ao se referir a Haddad, o candidato do PSL reagiu com críticas às afirmações do petista que o acusou de ser responsável pela campanha mais baixa da história. "Logo ele, que é orientado por um presidiário, esconde as cores do partido, finge ser religioso, joga bíblia no lixo, esconde apoio à ditadura venezuelana e espalha um monte de porcaria mentirosa ao meu respeito."

Em meio às denúncias de notícias falsas e mentiras, Bolsonaro disparou contra Haddad. "Ninguém mentiu mais que o PT nesta eleição. São mestres em enganar. Mudaram o plano de governo diversas vezes após expormos seu viés totalitário."
Apoios

Nas redes sociais, Bolsonaro postou depoimentos de personalidades de destaque no país, como o jurista Ives Gandra Martins. No vídeo, ele elogia as virtudes do candidato e diz que ele tem o perfil para guiar o país e fazer o Brasil inserir no mundo globalizado.

No último dia 22, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TSE), Ives Gandra Martins Filho, visitou o presidenciável na casa dele, no condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. 

Terra

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.