Exclusivo! Mais um enorme buraco é descoberto na Penitenciária de Juazeiro


Escavação de túnel vinha sendo feita por detentos da Penitenciária de Juazeiro 
(Foto: Reprodução)

Nova escavação de túnel na Penitenciária Industrial e 
Regional do Cariri (PIRC) de Juazeiro do Norte foi descoberta neste 
final de semana por agentes penitenciários da equipe C durante 
vistoria de rotina. O mesmo estava ainda na fase inicial a partir da 
Cela 9 da vivência 3 na direção da muralha que dá para o lado externo 
daquela unidade prisional de segurança média situada no bairro 
Campo Alegre.

Há alguns meses e, nessa mesma vivência, os agentes já tinham 
descoberto dois grandes túneis. Existem informações que, neste 
setor da Penitenciária de Juazeiro, predomina membros da facção 
criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), dentre os quais 
acusados do tráfico de drogas de grande poderio econômico. 
Este ano já ocorreram duas fugas, sendo uma delas em massa o que 
deixa os moradores daquela área e bairros adjacentes preocupados.

Provavelmente, a estrutura da PIRC de Juazeiro esteja deficitária e 
necessitando de reparos urgentes para obter condições de custodiar 
com segurança a massa carcerária hoje recolhida àquela unidade. 
A Penitenciária de Juazeiro foi construída para outro tipo de preso e 
com a perspectiva de um presídio industrial oferecendo atividades 
profissionalizantes para detentos comportados.

No princípio, a idéia até que começou a florescer com fábricas de bolas, 
semijóias, peças artesanais, sabonetes, padaria industrial e outras mais 
com direito a remissões em suas penas de um dia para cada três 
trabalhados. Entretanto, atualmente, a casa de detenção abriga pessoas 
consideradas pela polícia como de alta periculosidade e membros de 
facções criminosas. Por isso, tornou-se urgente a necessidade de uma 
revisão ampla na estrutura da PIRC.

No último dia 19 de junho fugiram 25 detentos e cinco ainda são 
procurados no caso: Cícero Wenes de Lima Silva, o "Suene"; 
Damião Milton Xavier Alexandre; Renan de Souza Gomes Vidal; 
Dioclínio Ricardo Paulino Gomes e Ismael Pereira Gomes. Mais 
recentemente, no dia 24 de outubro, fugiram: Tarciano Sousa Silva, 
de 40, o “Nego Tarso” de Juazeiro; Francisco Lopes Justino, de 37, o 
“Chico Justino” da região Centro Sul; e Carlos César Gonçalo de 
Freitas, de 44 anos, que mora em Caririaçu.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.