Homem que matou sua amante em Crato foi assassinado a tiros na noite de ontem

Homicídio aconteceu na localidade denominada Morro da Coruja em Crato 
Foto: Reprodução/ Google Maps)

Um homicídio à bala foi registrado por volta das 22 horas 
desta quarta-feira dentro de uma casa na Rua Vereador 
Sebastião Maciel Lopes, 17 da localidade denominada 
Morro da Coruja no bairro Muriti. O ex-presidiário 
Damião Domiciano da Silva, de 49 anos, foi morto com 
quatro tiros entre o pescoço e a cabeça e tombou sem 
vida na cozinha de sua residência ao tentar se refugiar

Segundo testemunhas, o autor do crime foi 
Cícero Gabriel Ribeiro da Silva com quem a vítima tinha se 
desentendido momentos antes. O acusado fugiu acompanhado 
do seu pai Edilson Ribeiro do Nascimento e do irmão
 Nadielson Ribeiro da Silva. No local do crime esteve uma 
patrulha da PM com o Tenente Claudemir e os 
Soldados Kleber e Sérgio a exemplo do Delegado de 
Polícia Civil, Tenório de Brito.

Damião era usuário de drogas e respondia procedimentos por 
contravenção penal, furto, ameaça, tráfico de drogas, 
receptação e um homicídio. No dia 21 de outubro de 2003 ele 
matou sua amante Luana de Oliveira Cavalcante, de 18 anos, 
com quatro tiros de revólver quando terminou preso. 
O crime aconteceu na chamada Ladeira do Joquinha.

Já no dia 16 de junho de 2009 ele tomava banho de sol na 
cadeia pública de Crato quando foi vítima de uma tentativa de 
homicídio que teve como autor seu colega de cárcere, 
Cristiano Manoel Martins da Silva, de 28 anos, residente em 
Juazeiro. Este se armou com um “cossoco” e desfechou os 
golpes alegando que Damião tinha roubado um aparelho de 
som, um ventilador e a TV de sua esposa e dizendo: “ladrão 
que rouba ladrão não tem mais cem anos de perdão”.

Este foi o segundo homicídio do mês de novembro em Crato 
e o 44º do ano no município ou 72% em relação aos 61 
assassinatos registrados no decorrer do ano passado. 
O outro deste mês foi na madrugada do dia 2 quando o 
também ex-presidiário Rafael Alves de Sousa, de 21 anos, que 
residia no bairro Independência, foi morto a tiros perto de sua 
casa por dois homens numa moto. Ele era usuário de drogas, 
acusado do tráfico e respondia procedimento por porte ilegal de 
arma de fogo.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.