Suspeito de matar ex-namorada com tiro no rosto aparece no IML e foge


A vítima segurava o filho de 1 ano no colo quando foi atingida por um tiro no rosto (Foto: Reprodução/ Notícias ao Minuto)


O suspeito de ter matado Cristiane Ferreira da Silva, 30 anos, na frente de três dos quatro filhos da jovem, decidiu aparecer no Instituto Médico-Legal (IML) durante os procedimentos finais para liberação do corpo.

Rafael Gomes de Jesus, o Theo, de 25 anos, atirou de fuzil no rosto da ex-companheira, na madrugada da última sexta-feira (2), no Jacarezinho (RJ). Ela segurava o filho de 1 ano no colo quando foi atingida.

A irmã da vítima, Larissa Ferreira da Silva, de 24 anos, relatou os momentos de pânico ao ver o suspeito no IML:

"Ele gritou meu nome e todos ficaram se saber o que fazer. Quando me virei, ele estava segurando uma pipa. Havia alguns policiais civis no IML e logo um tio meu tratou de chamá-los. Começou uma correria. Os policiais e nós, parentes da vítima, começamos a tentar pegá-lo. Ele saiu em disparada no meio de carros pela avenida (Francisco Bicalho, na Leopoldina) em direção à Rodoviária. Infelizmente não conseguimos pegar o assassino covarde da minha irmã. Agora estamos amedrontados. O que ele queria quando apareceu no IML?", questionou Larissa.

De acordo com o jornal Extra, Larissa contou que Theo não se conformava com o fim do relacionamento do dois. "Ele não estava satisfeito com o fim (do relacionamento). Ela não queria mais e ele insistia. E ela não queria porque minha irmã é uma mulher independente, nunca precisou de ninguém para nada, tem os filhos dela e sempre foi sozinha. Ele deu um tiro de fuzil na cara dela para matar. Na frente dos fihos. Eu quero justiça", afirmou a irmã da vítima. 

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

NoticiasaoMinuto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.