Acusado de vários crimes em Juazeiro do Norte foi morto a tiros esta noite


Romildo quando foi apedrejado em 2010 e aguardava atendimento no Hospital Tasso Jereissati em Juazeiro (Foto:Arquivo/Agência Miséria)


O ex-presidiário José Romildo de Souza, de 41 anos, que residia na Rua Luciano Torres de Melo (Jardim Gonzaga) em Juazeiro, foi executado a tiros em frente à sua casa. O crime aconteceu por volta das 19 horas desta quinta-feira e foi praticado por dois homens que fugiram numa moto de cor vermelha. Segundo a polícia, ele respondia procedimentos por furtos, roubos, contravenção penal, desacato, violência doméstica e contra a dignidade sexual.

Romildo já tinha sido vítima de um atentado a pedradas no dia 24 de julho de 2010 na esquina das ruas Arnóbio Bacelar Caneca e João Moretti no bairro onde morava, sendo socorrido ao Hospital Tasso Jereissati. Quando estava dopado se tornava agressivo, promovia arruaças e desrespeitava os vizinhos. Já no dia 13 de julho de 2016 terminou preso na Rua Mário Malzoni (Lagoa Seca) após exibir os órgãos genitais perante uma mulher de 32 anos residente no bairro Frei Damião.

Este foi o segundo homicídio deste ano em Juazeiro já que, no primeiro dia de 2019 José Casemiro Pereira, de 46 anos, o “Zezinho de Elvira” que morava na Rua Sebastião Regis (Aeroporto), morreu no HRC. Na noite de domingo (30) ele dirigia seu Ford Ecosport de cor prata pela Rua Pedro Cruz Sampaio (Bairro Carité) quando foi baleado com sua mãe Elvira Maria Pereira, de 85 anos, que morreu no último dia do ano passado.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.