Agricultor teve sua casa invadida esta madrugada em Jardim e foi morto a tiros após luta - Araripe News

Agricultor teve sua casa invadida esta madrugada em Jardim e foi morto a tiros após luta


Agricultor foi morto a tiros em Jardim (Foto: Arquivo/Agência Miséria)

Pouco mais de dois meses depois um novo homicídio foi registrado na 
zona rural de Jardim. Por volta de uma hora da madrugada deste 
sábado o agricultor Genival de Souza, que completaria 50 anos no 
próximo mês, estava dormindo em sua casa no Sítio Serra Gravatá a 
uma distância média de 5 Km para o centro da cidade. 
Ali chegou Paulo Adeildo da Silva, de 29 anos, 
residente em Barbalha, que invadiu o imóvel.

Segundo testemunhas, houve discussão e luta corporal quando 
Paulo sacou uma arma de fogo e efetuou disparos matando Genival. 
A polícia foi acionada e uma patrulha da PM com o 
Sargento Edson e os Soldados Campos e Duperron esteve no local 
prendendo o acusado ao tentar fugir. A vítima respondia ação por
 crime de violência doméstica contra Maria Oliveira de Souza a qual, 
no dia 30 de setembro de 2015, solicitou medida protetiva judicial.

Este foi o primeiro homicídio de 2019 em Jardim e o 20º do ano 
na região do Cariri. O último assassinato naquela cidade tinha 
acontecido na noite do dia 23 de novembro quando 
Josimar Paulo Bento, de 37 anos, o “Boquinha” que morava no 
Distrito do Corrente foi morto a tiros na estrada de acesso àquela 
localidade. Segundo testemunhas, ele pilotava sua moto quando foi 
perseguido por homens numa Hilux de cor prata e executado.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.