Jovem morta pelo namorado nunca registrou uma ocorrência contra o companheiro


Tamires estava na cozinha de casa e acabou sendo atingida com um tiro efetuado pelo namorado, Hudson Lima (Foto: Reprodução)


O assassinato de Tamires Félix de Aquino, de 22 anos, está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza (DDM-For). A mãe de duas crianças foi morta por um disparo de arma de fogo efetuado pelo namorado, Hudson Assunção Lima, na noite de sábado (19), no Bairro Dias Macêdo. Conhecidos dos dois afirmaram que eles aparentavam ser um casal tranquilo  e que  não  discutiam em público. Segundo familiares e amigos próximos, a jovem nunca registrou uma ocorrência contra o companheiro.

De acordo com a Secretária de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Hudson  estava brincando com um revólver. Tamires estava na cozinha de casa e acabou sendo atingida com um tiro. Após o incidente, o homem fugiu do local antes da chegada dos policiais.

Os vizinhos do casal afirmaram ao Sistema Verdes Mares, que na noite do crime, os dois tinham conversado com colegas na calçada de casa e aparentavam estar bem. Por volta das 23 horas, um disparo foi ouvido pelos moradores da área. Testemunhas afirmaram que, logo após o barulho, Hudson teria saído de casa desesperado, gritando que Tamires estava morta. O homem pretendia tentar contra a própria vida, mas foi impedido pelas pessoas presentes e fugiu logo em seguida.

Os dois foram descritos como um casal muito unido pelos colegas, eram queridos por todos da rua. Eles moravam juntos há dois meses. Tamires tinha dois filhos de outros relacionamentos, uma menina de cinco anos e um menino de um ano e seis meses, que estavam na casa durante o crime.

Foragido

Hudson Lima, que não tem antecedentes criminais, está foragido desde a noite do crime, no sábado (19). O suspeito, contudo, publicou em redes sociais lamentando a morte de Tamires.

“Ele vai se entregar, está só aguardando”, afirmou uma das vizinhas do casal quando foi questionada pela reportagem sobre o motivo da fuga de Hudson. Nenhum conhecido dos dois soube responder sobre a arma utilizada pelo suspeito.

Despedida

Amigas de Tamires, através de publicações em redes sociais, lamentaram a morte da jovem.

“Logo a irmã que eu nunca tive, quem fazia de tudo por mim, que me estendeu a mão, aquela que eu chamava de irmã. Logo você tão nova e cheia de vida que sempre falava que queria morrer aos 90 anos. Por que logo tu?”

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.