Fim de semana no Cariri com cinco homicídios e cinco mortes no trânsito em sete cidades


Marciano morreu num acidente com moto em Juazeiro, enquanto Ycaro terminou executado a tiros em Crato a exemplo do que ocorreu com Marcelo em Campos Sales (Foto: Reprodução/Redes sociais)


Se manteve em dez o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram cinco homicídios e mais cinco em conseqüência de acidentes de trânsito com dois corpos de Juazeiro, outros dois de Crato, mais dois de Mauriti e os demais de Missão Velha, Farias Brito, Campos Sales e Salitre. Duas mortes ocorreram na noite de sexta-feira, outras três no sábado e mais cinco neste domingo.

Por volta das 19 horas de sexta-feira morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro, a jovem Flávia dos Santos Leandro, de 20 anos, que residia na Rua Dárcio Barreto (Bairro Novo Milênio) em Missão Velha. Na madrugada do último dia 23 de dezembro em sua cidade, ela se envolveu num acidente com moto e terminou socorrida ao hospital. No dia em que completou 20 anos estava internada e morreu quase dois meses após o acidente em virtude do agravamento do quadro clínico.

Às 23h30min ainda de sexta-feira faleceu no Hospital Santo Antonio de Barbalha o agricultor Luiz Taveira, de 59 anos de idade. Ele morava no Sítio Cariçoba (Distrito de Montepio) na zona rural de Farias Brito. Às 14 horas de sexta-feira, o mesmo se envolveu num acidente com motocicleta no Distrito de Dom Quintino em Crato quando trafegava pela rodovia estadual entre àquele município e a cidade onde morava.

Já a uma hora da madrugada de sábado, na Avenida Padre Cícero perto de Eduardo da Teleguinho no bairro São José em Juazeiro, houve um acidente de trânsito com vítima fatal. Francisco Marciano Alves Santana, de 34 anos, que residia na Rua Assis Melo (Bairro Muriti) em Crato, pilotava sua moto Honda de cor vermelha quando bateu na lateral de um carro de cor preta. Chovia na hora do acidente em cujo local o motorista do veículo permaneceu após acionar o socorro.

Cerca de três horas depois o piloto de uma moto bateu violentamente na traseira de um caminhão e morreu no local. O acidente aconteceu em frente ao Balneário Fronteiras na zona rural de Mauriti quando Paulo do Nascimento Felipe, de 26 anos, que residia em Milagres, trafegava pela rodovia estadual que liga àquele município à BR-116 na direção de sua casa. O caminhoneiro seguiu adiante na sua viagem sem prestar socorro à vítima.

Por volta das 6 horas, na Rua Josias Inojosa de Oliveira (Sítio Santa Rosa) em Juazeiro, foi encontrado o corpo do menor Antonio Francinaldo Bezerra da Silva, de 17 anos, que residia Rua Maria Diva de Carvalho (Frei Damião), apresentando vários hematomas e ao lado de pedaços de madeira ensaguentados. Ele não tinha passagens pela polícia e estava com a namorada no Bar do Flamengo, no bairro onde morava, onde se envolveu num conflito. Ao sair, foi perseguido e morto enquanto a namorada correu e um dos acusados terminou preso.

No início da madrugada deste domingo, na Avenida JPB de Menezes (Batateiras) em Crato, Ycaro Ramon Alves dos Santos, de 25 anos, foi morto com um tiro no tórax quando seguia para sua casa naquele bairro. Ele respondia por crimes de porte ilegal de arma de fogo, violência doméstica e um homicídio já que, no dia 30 de abril de 2017 durante conflito armado a faca, matou o reciclador Ricardo Lopes da Silva, de 30 anos, no bairro Batateiras, e lesionou Antonio Alberto Taveira da Silva.

Às 15h30min o agricultor Francisco Moreira de Sousa, de 31 anos, o "Chico Preto" que residia no Sítio Marcela em Mauriti, foi morto a tiros quando bebia com o irmão no Bar do Guará na Rua João Simão Figueiredo (Distrito São Miguel) naquele município. O comerciante dono do bar, Miguel Raimundo de Oliveira, o "Guará", disse ter entrado para apanhar um tira gosto no que chegaram dois homens e já foram atirando em "Chico Preto", enquanto seu irmão correu escapando de ser morto.

Aproximadamente três horas depois houve uma colisão de motos no Sítio Serra dos Nogueiras na zona rural de Salitre, deixando o saldo e um morto e outro gravemente ferido. No local da batida faleceu o agricultor José Erinaldo Cândido Bezerra, que completou 27 anos no último dia 8 de fevereiro e residia no Sítio Baixio dos Moucos em Salitre. O outro piloto foi socorrido ao Hospital de Campos Sales.

Por volta das 19h30min foi encontrado um corpo as margem da rodovia de acesso ao Pontal do Padre Cícero, próximo ao abatedouro público de Farias Brito. O mesmo foi identificado como sendo de Crisostono de Sousa Brasil, de 33 anos, que residia no Sítio São Romão em Altaneira. Uma ambulância do SAMU esteve no local e os profissionais constataram quatro perfurações à bala, sendo três no tórax e mais uma na cabeça.

No mesmo horário Marcelo Antonio de Sousa, de 25 anos, o “Marcelo da Avon”, foi morto a tiros dentro de sua casa na Rua Doutor Clóvis (Bairro Guarani) em Campos Sales. Chegaram dois homens numa moto e invadiram o imóvel efetuando os disparos que causaram sua morte. Segundo a polícia, ele tinha envolvimento com o tráfico de drogas e até já fora preso certa vez. Na sua casa foram encontrados cinco papelotes de cocaína sob um móvel dentro de um recipiente de fácil acesso.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.