Hoje completa 10 anos das mortes da médica Selma Tavares e seu esposo num acidente


Corpos do casal foram velados e sepultados em João Pessoa (PB) (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)


Como forma de homenagem póstuma o Site Miséria lembra, neste domingo, a passagem de exatos 10 anos das mortes da médica Maria Selma Lins Tavares Bezerra, aos 57 anos, e o seu esposo o engenheiro civil, José Ribamar Tavares Bezerra, de 62 anos. O casal faleceu num acidente de trânsito na manhã do dia 17 de março de 2009 na BR–230 a uma distância de 20 Km para o centro de Pombal (PB). Os dois saíram pela madrugada da residência em Juazeiro na direção de João Pessoa.

Eles seguiam para participar da festa de formatura em Medicina de Anderson Tavares, um dos três filhos que moram na capital paraibana. O carro no qual viajavam era dirigido por Ribamar e este perdeu o controle de direção e caiu no açude Mufumbo, ficando submerso. Na época, foi grande a repercussão do fato no Cariri e, especialmente, em Juazeiro onde a doutora Selma desfrutava de grande conceito na área de saúde e se tornou uma das primeiras integrantes do Programa de Saúde da Família.

Ela era juazeirense e o esposo de João Pessoa. Doutor Selma atuava na área de Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia. Os corpos do casal foram velados e sepultados na capital paraibana. Para muitos, era mais que uma profissional da saúde se tornando conselheira, amiga e se deixando confundir como alguém da família dos seus pacientes. A mesma não escondia o seu amor pela profissão e mantinha uma relação bem próxima com todos os pacientes conquistando a bem querença destes.

A médica Selma Tavares foi homenageada em Juazeiro no dia 22 de janeiro de 2016 emprestando o seu nome à Unidade Básica de Saúde (UBS) construída ao lado do Cartório Eleitoral nas imediações do vapt vupt. O então Ministro da Saúde, Marcelo Castro, presidiu a solenidade ao lado do governador Camilo Santana e do prefeito Raimundo Macedo. O prédio foi erguido na Rua Interventor Erivano Cruz perto do cruzamento com a Avenida do Agricultor.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.