Ceará: neto de 9 anos "dedura" avó que escondia drogas em casa após morte de filho traficante - Araripe News

Ceará: neto de 9 anos "dedura" avó que escondia drogas em casa após morte de filho traficante


O caso ocorreu na Favela Baixa Pau, uma comunidade carente na Praia de Iracema 
(Foto: Ceará News)

Uma mulher de 48 anos de idade foi presa quando vendia drogas em Fortaleza.  
A Polícia recebeu uma denúncia sobre o caso e foi averiguar. Ao ser  abordada, 
a mulher negou praticar tráfico, mas o neto de apenas 9 anos  apontou para o 
lugar onde a avó escondia as pedras de crack, maconha e o dinheiro da venda 
dos entorpecentes.A avó acabou presa em flagrante.

O caso ocorreu na Favela Baixa Pau, uma comunidade carente na Praia de Iracema, 
Zona Central da cidade, a poucos metros do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura 
e da sede da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e 
do Sistema Penitenciário (CGD).

Elizeth Alves Gomes, 48 anos, estava com a droga escondida dentro de casa e, 
depois que o neto mostrou aos policiais onde estavam os entorpecentes, ela decidiu 
falar. Em depoimento no 34ºDP (Centro), onde foi autuada, disse que teve um filho 
recentemente assassinado e que as drogas  era dele.

Cadeia

Com a morte do rapaz, Elizeth assumiu o papel do rapaz na favela e passou a 
comandar o tráfico. O neto – filho do traficante morto – foi morar com a avó e foi 
justamente ele quem “ajudou” a Polícia a encontrar as drogas no barraco.

O garoto agora está aos cuidados de outros familiares e sob a observação do 
Conselho Tutelar. “Dona Elizeth” vai ser transferida da delegacia para o 
Presídio Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, em Aquiraz. A pena para o 
crime de tráfico varia de cinco a 15 anos de prisão.

Informações de Fernando Ribeiro


Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.