Perseguição e troca de tiros com PMs resulta em quatro presos no centro de Mauriti - Araripe News

Perseguição e troca de tiros com PMs resulta em quatro presos no centro de Mauriti


Ivailson é do Pernambuco, Deyvison da Bahia e “Ceará” é de Juazeiro do Norte juntamente com o seu irmão menor de idade (Foto: Reprodução/Redes sociais)


Uma ação rápida da polícia resultou nas prisões de três adultos e apreensão de um menor após perseguição desde o Distrito de Umburanas e troca de tiros no centro de Mauriti. Foi por volta das 14 horas desta quarta-feira quando uma patrulha do Destacamento de Mauriti tentou interceptar um veículo HB20 de cor prata com placas LWP-4569 que, na verdade, pertence a um Gol de cor branca de Abaré (BA). No carro estavam quatro pessoas e o motorista desobedeceu a ordem dos policiais militares.
Eles partiram em alta velocidade na direção do centro e foram perseguidos pela viatura comandada pelo Sargento Martinho que, logo, solicitou apoio. Sem conhecimento, o quarteto adentrou um beco sem saída abandonando o carro e buscando um caminho por um matagal. Nisso, já estava de prontidão outra patrulha comandada pelo Sargento J. Cícero e chegou uma equipe da Força Tática de Brejo Santo tendo à frente o Major L. Rodrigues.

Arma e munições apreendidas pelos militares em poder do quarteto
Um dos acusados sacou uma arma e atirou na direção dos PMs e houve revide quando este terminou atingido de raspão. O grupo saiu numa área central perto da agência do Banco do Brasil e abordou uma mulher tentando tomar o seu veículo Fiat Punto de cor branca e placas OSK-4781, inscrição de Mauriti. Já com um aparato policial maior, todos foram presos.
Um deles estava com um revólver calibre 32 tendo duas cápsulas deflagradas e nem precisou atendimento ambulatorial por conta do ferimento leve. Segundo o Tenente Alcebíades, Comandante do Destacamento de Mauriti, no interior do carro em que o quarteto viajava foi encontrada boa quantidade de munição calibre 38 causando a suspeita que se desfizeram de outras armas de fogo.
O grupo foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Mauriti. Um deles é Ivailson Rodrigues da Silva Júnior, de 23 anos, natural de Petrolina (PE). Outro foi identificado como sendo Dayvison de Oliveira Barbosa, de 27 anos, de Feira de Santana (BA). Já Ediglê Gomes da Silva, apelidado por “Ceará”, disse que mora em Juazeiro do Norte a exemplo do seu irmão adolescente de 17 anos de idade.





Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.