Polícia prende cinco acusados de vários crimes em Brejo Santo, Barro e Milagres - Araripe News

Polícia prende cinco acusados de vários crimes em Brejo Santo, Barro e Milagres


Daniel e Luiz Iuri foram presos em Barro, "Maciel" e Nilvan em Brejo Santo, além de João Francilino em Milagres (Foto:Reprodução/Redes sociais)


Uma operação desencadeada nesta quarta-feira por policiais civis da Delegacia Regional de Brejo Santo e outras próximas resultou nas prisões de cinco pessoas acusadas dos mais diversos crimes na região do Cariri. Em Barro foram presos Daniel Bezerra de Lacerda, de 35, e o seu primo Luiz Iuri de Lacerda, de 25 anos. Em Brejo Santo, Manoel Francisco de Sousa, de 37, o "Maciel" e Nilvan Anastácio de Souza, enquanto João Francilino Pereira, de 38 anos, foi preso em Milagres.

Os policiais cumpriram mandados judiciais em aberto e a iniciativa faz parte da “Operação #PC27” deflagrada em âmbito nacional. Daniel é acusado de assaltos e formação de quadrilha. Juntamente com Luiz Iuri, no último dia 17 de fevereiro, ele matou a tiros o agricultor Francisco Moreira de Sousa, de 31 anos, o "Chico Preto" que residia no Sítio Marcela em Mauriti.

A vítima bebia com um irmão no Bar do Guará que funciona na Rua João Simão Figueiredo (Distrito São Miguel) na zona rural de Mauriti quando chegaram os dois numa moto e já foram atirando em “Chico Preto”. O dono do bar disse ter adentrado o estabelecimento para apanhar um tira gosto e ouviu os disparos, sendo que o irmão da vítima correu para não morrer. O Inquérito Policial indiciou ainda o pai de Luiz Iuri no caso Luiz Jurandir de Lacerda e Luiz Iago de Lacerda

Já "Maciel" é acusado de violência doméstica contra Antonina Maria Neto em Brejo Santo, enquanto Nilvan Anastácio de Souza responde procedimento por crime de homicídio naquele mesmo município. Por fim, João Francilino praticou crimes de porte ilegal de arma de fogo e danos ao patrimônio público em Milagres. Segundo o Delegado de Brejo Santo, Robeilton Amorim, todos foram trazidos para a Cadeia Pública de Juazeiro do Norte, onde estão à disposição da Justiça.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.